Call Center
 
Bariloche Informaçao Bariloche
BARILOCHE
Hoteis em Bariloche  
Hoteis em BarilocheGalería de FotosImpresãoInformação BarilocheMapas & Planos Bariloche

Parque Nacional Nahuel Huapi

Em 6 de novembro de 1903, Dom Francisco Pascasio Moreno, realiza uma doação de terras, que em 1934 segundo a lei 12103 serão construídas em uma área protegida chamada Parque Nacional Nahuel Huapi.


Pelo seu valor ecológico, paisagístico e científico, protege uma extensa área representativa da região andina do norte da Patagônia.

 

Está localizado no sudeste da Província de Neuquén e no nordeste da Província de Río Negro e abrange uma superfície de 705.000 hectares.

Parque Nacional Nahuel Huapi Bariloche

PARQUE NAHUEL HUAPI

Microclimas do Parque Nacional Nahuel Huapi

Altoandino

 

A mais de 1600 metros sobre o nível do mar, os solos ralos, as baixas temperaturas, os fortes ventos e intensas nevoadas não permitem um bom desenvolvimento da vegetação. Apenas crescem em forma dispersa pequenas plantas adaptadas a estas rigorosas condições climáticas.

 

Aqui habitam o esquisito esquilo patagônico e o majestoso Condor. Durante o verão é refúgio para o veado andino, mas ao chegar o inverno a fauna que aqui habita, descende à procura de alimento e de um clima mais favorável. A neve acumulada durante o inverno nesta zona do Parque alimenta as últimas geléias e a delicada rede de arroios, rios, lagos e lagoas


Bosque Úmido

 

Ocupa as vertentes e vales, por debaixo do ambiente altoandino. Nesta zona, de abundantes chuvas e clima temperado, crescem grandes árvores como o coihue e a lenga formando florestas densas. Em lugares mais secos desenvolve-se o cipreste e o ñire.

 

Estas florestas de espetacular colorido (vermelhos, ocres e verdes) proporcionam refúgio e alimento a numerosas espécies de animais como o Pudú, o Gato Huiña e o Macaco de Monte. Aves como o Pica-pau Preto, o Rayadito e a Cotorra austral habitam nesta região. Numerosos lagos se encontram entre estas florestas, o mais destacado é o Lago Nahuel Huapi cuja superfície é de 560 km² e uma profundidade máxima de 454 metros. Outros lagos são o Traful, o Espejo, Gutierrez, Mascardi, etc.


Floresta de Transição

 

Pastiçais áridos com tons amarelos e laranjas, florestas de escassa folhagem são característicos desta zona. As chuvas não são abundantes. O cipreste da Cordilheira é típico da floresta de transição. Tem maior variedade de animais que na floresta úmida, já que convivem espécies típicas da floresta com as que preferem os pastiçais de estepe.


Estepe

 

Nesta ampla extensão, de paisagem ondulada, os fortes ventos e a escassez de chuvas no verão, dificultam o crescimento de árvores. Predominam algumas variedades de grama de folhas duras e pequenos arbustos, como o neneo, o coirón doce e o amargo são os mais freqüentes.

 

Aves de rapina como o gavião cinzento e o alconcito colorado, caracterizam a fauna da zona. Apesar da aridez deste ambiente, alguns animais mamíferos como guanacos, raposas, pumas e várias espécies de lagartixas e roedores, encontram aqui um lugar propício para seu desenvolvimento.

INFORMAÇÃO CORPORATIVA | FILIAÇÃO PARA HOTEIS