Call Center
 
Cataratas do Iguaçu HoteisGaleria de FotosImpresãoInformacãoMapas & PlanosAgendar em Favoritos

Parque Nacional Iguaçu

Engana-se quem pensa que o Parque Nacional do Iguaçu, Patrimônio Natural da Humanidade, limita-se às Cataratas. Na verdade, ele apenas termina nos saltos mais famosos do planeta. E bem antes das quedas d'agua ja protege o curso do rio Iguaçu, que nasce na Serra do Mar e cruza quase todo o Parana ate chegar em sua foz. Os ultimos 50 quilômetros do Iguaçu estão no parque.


Tombado pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade em 1986, o segundo parque nacional mais antigo do Brasil e o maior depois da Amazônia. Estende-se por uma area de 185 mil hectares do lado brasileiro e 67 mil hectares do lado argentino, embora seu valor ambiental e a beleza das paisagens vistas ali o façam um patrimônio sem fronteiras.


Não e à toa que o parque e considerado uma das ultimas reservas florestais de Mata Atlântica do tipo estacional semidecidual do Brasil e a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo.


No Estado de Parana, conforme estatisticas oficiais, resta apenas 3,4% da floresta estacional semidecidual original. A area do Parque sozinha corresponde a mais da metade desse total, sendo, portanto, uma ilha florestada no meio de um oceano de extensos campos cultivados. Alem disso, o parque assenta-se sobre o Aqüifero Guarani, uma das maiores reservas mundiais de agua subterrânea.


A diversidade biologica do parque inclui aproximadamente 257 especies de borboletas, 18 de peixes, 12 de anfibios, 41 especies de serpentes, 8 de lagartos, 340 especies de aves e 45 de mamiferos, atraindo a atenção de varios pesquisadores que ali encontram a fonte para relevantes trabalhos cientificos.


O Parque Nacional do Iguaçu abriga em seu territorio especies raras da fauna e flora. São milhares de animais, muitos deles ameaçados de extinção, como a onça-pintada e o jacare-de-papo-amarelo, e algumas especies de aves bem raras, como a jacutinga e o gavião real.


A flora tambem e bastante diversificada. Ha especies que chegam a atingir 30 metros de altura, como a timbauva, o cedro, a peroba e os ipês, alem das delicadas orquideas e bromelias.

Animales del Parque Nacional

PARQUE NACIONAL

Um pouco de Historia

Exemplo de coexistência da exploração turistica com a preservação ambiental, esse fantastico ecossistema era habitat natural dos indios Caigangue e Tupi Guarani. Os indios chamavam a região do Iguaçu de "agua grande" (em guarani, I=agua e guaçu=grande).


Foi ponto de passagem das expedições espanholas, comandadas por dom Alvar Nunes Cabeza de Vaca, a caminho do Rio da Prata, em 1542. Mais tarde, no seculo XVII, a região acolheu as missões de padres jesuitas espanhois.


A area foi considerada de dominio publico em julho de 1916 atraves do então governador do Parana, Affonso Alves de Camargo. Foz do Iguaçu foi ponto de partida da Coluna Prestes/Izidoro Dias, que em 1927 percorreu 45 mil quilômetros dentro do territorio brasileiro lutando contra as oligarquias regionais que davam sustentação ao governo central do presidente Washington Luiz.


A sua transformação em Parque Nacional foi efetivada pelo decreto federal n.º 1.035 em 10 de janeiro de 1939, assinado pelo ex-presidente do Brasil Getulio Vargas. Em 1986, foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), como "Patrimônio Natural da Humanidade".


Apesar do titulo da UNESCO, o parque ainda sofre com as conseqüências da ação humana.

 

A principal delas e a Estrada do Colono, que corta a reserva em um trecho de 18 quilômetros e foi fechada apenas em 1997, depois de uma longa batalha judicial com prefeituras e o governo estadual de Parana. A rodovia encurta em quase 200 quilômetros o acesso à Argentina e, com isso, dinamizava a economia de Capanema, municipio proximo da fronteira. Por causa disso, o titulo de patrimônio da humanidade da UNESCO chegou a estar ameaçado. Superada essa adversidade, o Ibama agora tem planos de explorar desde uma perspectiva essencialmente turistica, o restante do Parque Nacional do Iguaçu.

Exploração do Ecoturismo

Conforme o chefe do parque, Jorge Pegoraro, a reserva tem atrações como cascadas e rios rapidos aptos para praticar esportes como o rapel e o rafting sem riscos de dano ao meio ambiente.


“O ecoturismo pode ser uma alternativa tão lucrativa quanto a estrada”, declara. Outra ideia e abrir trilhas que, integradas às propriedades particulares, poderiam fomentar o turismo rural.

Rafting

RAFTING

Serviços

Informações e reservas pelo telefone +5541-52144 ou consultando o site do Parque Nacional do Iguaçu.

 

Seu horario de funcionamento e o seguinte: no verão, às segundas-feiras, das 13h às 18 horas, e de terça a domingo, das 8h às 18 horas; no inverno, às segundas-feiras, das 13h às 17 horas e de terça a domingo, das 8h às 17 horas.

INFORMAÇÃO CORPORATIVA | FILIAÇÃO PARA HOTEIS